ARTE-EDUCAÇÃO EM ESPAÇOS NÃO ESCOLARES: A formação e a atuação dos Arte-educadores

Libéria Rodrigues Neves, Bianca Xavier Lemes, Nathalia Elisa Bruno Campos

Resumo


O presente artigo refere-se aos resultados e apontamentos de pesquisa desenvolvida no âmbito da Iniciação Científica, vinculada ao curso de Licenciatura em Artes Plásticas (Educação Artística) oferecido pela Escola Guignard/UEMG. Refere-se a uma investigação que congrega o objetivo de pensar a prática docente e a formação de Arte-educadores atuantes em espaços não escolares, na cidade de Belo Horizonte. Para tal, foi desenvolvido um trabalho quantitativo e qualitativo pautado em mapeamento de instituições, seguido de visitas e entrevistas semiestruturadas direcionadas aos Arte-educadores. Registra-se um grande número de espaços com resultados positivos, no que se refere ao ensino-aprendizagem de Arte. Entretanto, não são raras as queixas em relação à falta de profissionais, bem como falta de capacitação docente, no que respeita ao cotidiano desses espaços. Tal fato, muitas vezes, implica em trabalhos de puro entretenimento desenvolvidos sob a chancela da Arte-educação. Essa constatação sugere atentar para a necessidade de se destacar esse campo de atuação ao longo da formação acadêmica do Arte-educador universitário.  


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários