A Criança Surda em Seu Contexto Sociofamiliar Constituído por Membros Ouvintes: desafios e alternativas para o fortalecimento das relações familiares

Walter Ernesto Ude Marques, Valmir Alves dos Santos

Resumo


Este artigo foi desenvolvido a partir de experiências compartilhadas com crianças surdas e seus familiares, diante de suas dificuldades e desafios para enfrentar o diagnóstico da hipoacusia, bem como suas estratégias de comunicação para lidar com a presença da surdez no âmbito familiar. Para compreender esse quadro familiar, realizou-se investigação bibliográfica, numa perspectiva da psicologia sistêmica e histórico-cultural, com o objetivo de entender as organizações familiares, frente a esse cenário, e as singularidades dos sujeitos e de seu grupo para lidar com as distintas alternativas para superar este problema.  Para isso, o estudo foi delineado com foco nos enfrentamentos produzidos por famílias ouvintes, considerando que trata-se de um sistema com possibilidades de auto-organizar-se perante os desafios provocados por uma criança surda no sistema familiar. No levantamento bibliográfico realizado foi possível constatar que as famílias que assumem as dificuldades comunicativas do grupo, e buscam informações sobre o assunto e apoio de profissionais, encontram mais @ facilidade para superar suas dificuldades, inclusive contribuindo significativamente para o desenvolvimento das crianças surdas, no meio escolar e nas relações sociais mais amplas.  Essa capacidade de auto-organização das famílias, indica a importância de incluir os familiares, respeitando a subjetividade do grupo, nos trabalhos de escolarização e demais atendimentos voltados para a prática inclusiva de crianças diagnosticadas com hipoacusia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Interdisciplinar Sulear