A História da Pessoa com Deficiência

MÁRCIO PEREIRA

Resumo


Este artigo busca traçar aspectos históricos que identificam a trajetória da pessoa com deficiência nos contextos sociais organizados e vividos pelo ser humano no decorrer de sua compreensão e entendimento. A compressão do percurso conceitual e histórico a respeito da pessoa com deficiência e das consequências sociais advindas desses conceitos sustenta uma nova releitura do que seja a deficiência e das mudanças sociais que tem ocorrido a partir da proposta inclusiva. Importante ressaltar que o entendimento histórico visa a construção de novos olhares e formas de organização da sociedade para atender aqueles que a constitui e a organiza.

Texto completo:

PDF 82-96

Referências


BRASIL, Ministério da Educação. Diretrizes nacionais para a educação especial na educação básica. Secretaria de Educação Especial. MEC, SEESP, 2001.

DUK, Cynthia. Educar na diversidade: material de formação docente. 3Ed. 2. Impressão – Brasília: MEC, SEESP, 2007.

GALT, Rosana. (org). Educação Inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2007.

GUGEL, Maria Aparecida. A pessoa com deficiência e sua relação com a história da humanidade. Subprocuradoria Geral do Trabalho. Conselho do CONADE.

IZEQUIERDO, Teresa Maria Rodrigues. Necessidades Educativas Especiais a mudança pelo Relatório Warnock. El Informe Warnock. Revista Siglo Cero, N° 120, Julio - Agosto 1990.

MENICUCCI, Maria Do Carmo. Educação Inclusiva: possibilidades e desafios atuais. Centro de Formação de Professores/PUC Minas. Educação Especial Inclusiva: ênfase em Ciências Humanas, livro-texto 1, p. 8 a 11.

Parecer nº 3 de 17 de fevereiro de 1999. Conselho Nacional de Educação de Portugal – Crianças e Alunos com Necessidades Educativas Especiais


Apontamentos

  • Não há apontamentos.