Reflexões em gotas sobre a trajetória da Pedagogia no país

Ana Lúcia Amaral

Resumo


O trabalho versa sobre a trajetória da Pedagogia no país, sobretudo nos últimos quarenta anos. Trajetória observada do ponto de vista da autora, cuja carreira, vasta e variada, esteve sempre ligada à sua condição de pedagoga. Tendo ocupado diversas posições nos âmbitos estadual e federal, a autora conviveu, ao longo dos anos, com diferentes modelos pedagógicos, vendo-os surgir, tornarem-se hegemônicos e, subitamente, ante a emergência de um novo paradigma, serem sumariamente descartados. Na sucessão de propostas por que passou a Educação no país, a Pedagogia teve o seu campo teórico demonizado e invadido, nas últimas décadas, pela Sociologia e pela Ciência Política, num processo de denúncia do fracasso escolar como responsabilidade dos pedagogos. A denúncia e a consequente invasão do campo não deram conta de mudar o quadro da educação no Brasil: as teorias mencionadas falaram sobre Educação, destruíram os saberes pedagógicos, mas não souberam criar novos saberes que lhes permitissem fazer Educação...

Palavras-chave


Pedagogia; pedagogos; campos teóricos; saberes do pedagogo; saberes do professor.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24934/eef.v14i17.102

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais