O “saber ser” e o “saber fazer” de duas professoras dos anos iniciais: o gênero profissional em questão / The “knowing to be”and the “knowledge” of two teachers during the beginning year: the professional gender in question

Sirlene Barbosa de Souza, Andréa Tereza Brito Ferreira

Resumo


Considerando que as experiências vivenciadas pelos professores no contexto escolar e extraescolar, os levam a tomarem diferentes “caminhos“ na fabricação das suas práticas pedagógicas, essa pesquisa buscou identificar os fatores que influenciavam e determinavam as “artes do fazer” de duas professoras dos anos iniciais, no ensino da língua escrita. Fizemos uso dos procedimentos da etnografia escolar, realizamos observações nas salas de aula das docentes e entrevistas semiestruturadas, com o objetivo de conhecermos como se dava a relação entre os saberes individual e social dessas profissionais. A análise dos dados revelou que as singularidades das práticas das docentes estavam pautadas, principalmente, nas suas trajetórias pessoais, nas suas experiências enquanto docente e nos saberes por elas construídos nos encontros de formação inicial e continuada que participaram.


Palavras-chave


Saberes docentes; Práticas pedagógicas; Gênero profissional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Sirlene Barbosa de Souza, Andréa Tereza Brito Ferreira