v. 15, n. 20 (2012)

Educação em Foco

DOI: http://dx.doi.org/10.24934/eef.v15i20


Capa da revista

Escola Estadual Governador Milton Campos - um projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer

 

O prédio do colégio foi projetado, em 1954, por Oscar Niemeyer, durante a gestão de Juscelino Kubitschek no Governo de Minas, e inaugurado dois anos depois. Com sensibilidade, Niemeyer eternizou na arquitetura objetos que remetem ao ambiente escolar. Nas linhas do arquiteto, o prédio principal com as salas de aula, a biblioteca e administração ganhou a forma de uma régua T; a caixa d'água virou um giz; a cantina, uma borracha; e o auditório, um mata-borrão (objeto usado para absorver o excesso de tinta da pena ou caneta tinteiro).

Muito antes de ser considerado berço da excelência académica e símbolo da liberdade para a juventude nas décadas de 1950, 60 e 70, a escola já ostentava o titulo de primeira instituição publica de ensino secundário de Minas. O edifício, inaugurado em 1956, contrastava com outras instituições de ensino da capital mineira por ser uma escola sem muros, organizada nos moldes de uma universidade, com Reitor e professores catedráticos.

A instituição é mais conhecida por Estadual Central, embora tenha sido renomeada, no fim dos anos 70, como Escola Estadual Governador Milton Campos.

A capa é uma homenagem a Oscar Niemeyer, o grande mestre da arquitetura, falecido aos 104 anos, em dezembro de 2012.