Educação e preconceito: o jogo de representação como estratégia de reflexão

Daniel Silva Santos, Ronilda Iyakemi Ribeiro

Resumo


Pretendendo participar do projeto coletivo de criação de métodos de abordagem do preconceito como tema, este trabalho investiga as possibilidades de uso educacional do jogo de representação (role playing game - RPG). Tendo por pressuposto teórico que o preconceito é um problema generalizado nas relações humanas, que se constitui e se reproduz por meio de mecanismos psicológicos e culturais específicos e que a educação formal é uma de suas instâncias reprodutoras, foi utilizado um jogo de representação com professoras de ensino fundamental de uma escola estadual de Bauru (SP). Definido o objetivo de explorar o potencial desse jogo como propiciador de sensibilização, reflexão e conscientização, foi proposto um jogo durante o qual as participantes tiveram a oportunidade de interpretar as reações de professores fictícios diante de um caso de exclusão social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.