• Prevalência de anemia relacionada ao tratamento com o antirretroviral Biovir em pacientes HIV positivos

Mariana Freitas Carvalho, Helen de Ávila Souza Timóteo, Marcelo Santos, Cleide Augusta de Queiroz, Marco Túlio Menezes Carvalho

Resumo


No Brasil, os Centros de Referência em Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), HIV/Aids e Hepatites Virais realizam atendimento especializado aos portadores de HIV, incluindo a dispensação da Terapia Antirretroviral (TARV), sendo o Biovir um dos mais utilizados no tratamento, mas seu uso prolongado pode causar como reação adversa a anemia. No último Congresso Brasileiro sobre HIV/Aids e Vírus Relacionados, realizado pelo Ministério da Saúde, foi discutido sobre a suspenção do antirretroviral Biovir devido à prevalência de anemia relatada por alguns Centros de Referência, em contrapartida alguns pro ssionais da área relatam que não existe tal relação. Portanto, o objetivo do trabalho é avaliar a prevalência de anemia como efeito colateral dos portadores de HIV que tratam com Biovir no Ambulatório Escola de Passos (MG). Trata-se de uma pesquisa descritiva quantitativa e documental, rea- lizada com 46 pacientes que compõe a amostra não probabilística intencional. Foi realizado o hemograma completo e avaliado a existência da anemia, sendo identi cado 18 pacientes (39,13%) anêmicos, dentre eles 61,1% foram desencadeadas pela doença crônica e 38,9% pelo medicamento. Foi observado que tal resultado é prevalente no sexo masculino, e que o tempo de uso é relevante, já que os pacientes que desenvolveram anemia pelo medicamento o utilizam a mais tempo. Conclui-se que a suspensão do medicamento é considerada precipitada, pois a monitorização do efeito da medicação pode ser facilmente realizada laboratorialmente, através de hemograma completo.


Palavras-chave


Síndrome da Imunode ciência Adquirida; Antirretrovirais; Tratamento; Efeitos colaterais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 REVISTA CIÊNCIA ET PRAXIS

ISSN (edição impressa): 1984-5782   ISSN (edição online): 1983-912X

 

WebQualis - Quadriênio 2013-2016 - Acesso em 24/04/19.