• Análise Espacial dos acidentes de trânsito em Passos (MG)

Bianca de Fátima Souza, Jose Paula Silva

Resumo


Os acidentes de trânsito (AT) são importante causa de morte, lesão e incapacidade, causando um grande impacto no setor de Saúde. a Política Nacional de Redução da Morbimortalidade por Acidentes. Esse estudo tem como o objetivo mapear as áreas de acidentes de trânsito ocorridos na cidade de Passos, Minas Gerais entre os anos de 2011 a 2016, deterninando a variação dos acidentes em relação aos anos, meses, dias da semana e horários. Foi realizado o levantamento das ocorrências de trânsito em Passos, entre os anos de 2011 a 2016. Todos os acidentes foram georreferenciados, bem como colhidas as variáveis, ao todo foram utilizadas 10.934 ocorrências. Após a criação da matriz de dados, foi elaborado um mapa de Calor a partir da estimativa de Kernel, bem como a comparação das proporções dos acidentes em função dos meses do ano, dias de semana e horário. As áreas de concentração dos acidentes estão localizadas nas regiões oeste, norte e centro-leste e coincidente com as principais vias de acesso a cidade. Em 2014 foi o ano ocorreu o maior número de acidentes com vítimas, já os anos 2011 e 2012 foram os anos que ocorreram menos acidentes. O primeiro e o último bimestre do ano são exatamente os que tiveram as menores taxas de ocorrências de acidentes. Há maior número de acidentes as sextas e sábados, e com menor taxa aos domingos, e os horários entre as 16 e 18 horas. As evidencias relacionadas aos acidentes de trânsito no que diz respeito a localização, horários, dias da semana, podem ser um importante subsídio para a elaboração de projetos participativos envolvendo profissionais de comunicação, gestores municipais, sociedade civil organizada, enfim mobilizadores que possam advogar em favor da prevenção de acidentes.


Palavras-chave


Acidentes de trânsito; análise espacial; prevenção de acidentes.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUILERA, Sandra Lúcia Vieira Ulinski; MOYSES, Simone Tetú; MOYSES, Samuel Jorge. Intervenções de segurança viária e seus efeitos nas lesões causadas pelo trânsito: uma revisão sistemática. Rev Panam Salud Publica, Washington, v. 36, n. 4, p. 257-265, Out. 2014. Disponível em: . Acesso 13 Maio 2017.

ALMEIDA, Rosa Livia Freitas de et al. Via, homem e veículo: fatores de risco associados a gravidade dos acidentes de trânsito. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 47, n. 4, p. 718-731, Ago. 2013. Disponível em: . Acesso 12 Maio 2017.

ANDRADE, Silvânia Suely Caribé de Araújo; JORGE, Maria Helena Prado de Mello. Estimativa de sequelas físicas em vítimas de acidentes de transporte terrestre internadas em hospitais do Sistema Único de Saúde. Rev. bras. epidemiol., São Paulo , v. 19, n. 1, p. 100-111, Mar. 2016. Disponível em: . Acesso 12 Maio 2017.

ARAUJO, Marcus Maximilliano; MALLOY-DINIZ, Leandro Fernandes; ROCHA, Fábio Lopes. Impulsividade e acidentes de trânsito. Rev. psiquiatr. clín., São Paulo , v. 36, n. 2, p. 60-68, 2009. Disponível em: . Acesso 12 Maio 2017

BACCHIERI, Giancarlo; BARROS, Aluísio J D. Acidentes de trânsito no Brasil de 1998 a 2010: muitas mudanças e poucos resultados. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 45, n. 5, p. 949-963, Out. 2011. Disponível em: . Acesso 12 Maio 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde,Secretaria de Atenção à Saúde. – 3. ed. – Brasília : Ministério da Saúde, 2010. Disponível em: . Acesso 13 Maio 2017.

DRUCK, S.; Carvalho, M.S.; Câmara, G.; Monteiro, A.V.M. (eds) "Análise Espacial de Dados Geográficos". Brasília, EMBRAPA, 2004. Disponível em: < http://www.dpi.inpe.br > Acesso: 10 Jul 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTÁTISTICA- IBGE. Infográficos: frota municipal de veículos, 2013. Disponível em: . Acesso:10 Jul 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTÁTISTICA- IBGE. Passos-Minas Gerias, 2010. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/v4/brasil/mg/passos/panorama >. Acesso:10 Jul 2017.

LIMA, Maria Luiza Carvalho de. Sobre a Política Nacional de Redução da Morbimortalidade por Acidentes e Violências Hoje. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 14, n. 5, p. 1654-1655, Dez. 2009. Disponível em: . Acesso 12 Maio 2017.

MORAIS NETO, Otaliba Libânio de et al. Mortalidade por acidentes de transporte terrestre no Brasil na última década: tendência e aglomerados de risco. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v.17, n.9, p.2223-2236, Set. 2012. Disponível em: . Acesso 12 Maio 2017.

SILVEIRA, Jucimara Zararias Martins; SOUZA José Carlos Rosa Pires. Sequelas de Acidentes de Trânsito e Impactos na Qualidade de Vida. Rev. Saúde e Pesquisa. Maringá, v. 9, n. 2, p. 373-380, maio/ago. 2016. Disponível em: . Acesso 12 Maio 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Ciência ET Praxis

ISSN (edição impressa): 1984-5782   ISSN (edição online): 1983-912X