PROGRAMAS GOVERNAMENTAIS DE ATIVIDADE FÍSICA: uma proposta de política pública

Marcos Gonçalves Maciel, Ana Cláudia Porfirio Couto

Resumo


O objetivo deste artigo é contextualizar criticamente o desenvolvimento dos programas governamentais de atividade física como uma das estratégias de políticas públicas implementadas no Brasil visando à promoção da saúde. Adotou-se a perspectiva qualitativa por meio de uma revisão narrativa. A análise desta proposta demonstra a adoção da atividade física sob o viés utilitarista e biomédico em detrimento dos aspectos socioculturais e de satisfação pela sua vivência. Conclui-se ser necessário problematizar a intencionalidade desses programas, refletindo de forma crítica o seu desenvolvimento.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.