A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO BRASILEIRA E A EXPANSÃO DOS INSTITUTOS FEDERAIS

Talita Prada, Maria Lucia Teixeira Garcia

Resumo


O objetivo deste artigo é situar as características da educaçãobrasileira de modo a compreender a expansão da Rede de InstitutosFederais de Educação Profissional e Tecnológica. A relevância dapesquisa está em compreender, dentro dessa perspectiva de análisecrítico-dialética, a expansão dos Institutos Federais de Educação,Ciência e Tecnologia no processo de desenvolvimento da educaçãobrasileira, seus desdobramentos e contradições. Trata-se de umapesquisa de revisão bibliográfica e análise documental que utilizoua perspectiva teórica crítico-dialética. O resultado mostra que houveexpansão, em mais de 400% nos últimos dez anos, dos InstitutosFederais de Educação, Ciência e Tecnologia, juntamente com aexpansão dos ideários neoliberais que repercutiram diretamente napolítica de educação, evidenciando a ênfase na expansão física dosInstitutos em detrimentos das demais necessidades. Considera-se,por último, que, por mais que tenha sido um avanço quantitativoa oferta da educação profissional, tal política de expansão nãopossibilitou a adequação no quadro de profissionais necessários para a organização e o funcionamento adequado das Instituições,resultado de uma política de educação brasileira que, desde o inícioda década de 1990, tem sofrido com os ataques neoliberais.


Palavras-chave


Educação. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Expansão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.