O SIGNIFICADO DO TRABALHO PARA OS GARIS: um estudo sobre representações sociais.

Fernanda Tarabal Lopes, Ana Alice Duarte Maciel, Alexandre de Pádua Carrieri, Derli de Souza Dias, Ivana Benevides Dutra Murta

Resumo


O presente estudo teve como objetivo compreender asrepresentações sociais que os garis apresentam sobre aatividade que realizam. Para tanto, foram realizadas entrevistassemiestruturadas em profundidade com trabalhadores daSuperintendência de Limpeza Urbana (SLU). A análise linguísticado discurso foi o método utilizado para compreensão dos dadose possibilitou a verificação das seguintes categorias de análise,definidas a partir do discurso dos entrevistados: preconceito; máscondições de trabalho; desemprego; terceirização; e valorizaçãodo trabalho. A valorização do trabalho que realizam aparece comoprincipal aspecto ideológico defendido nos discursos dos sujeitos.Em contrapartida, a possibilidade da perda desse trabalho éenfaticamente combatida, sendo que esta é percebida pelos garisno fenômeno da terceirização. A partir da compreensão discursivafoi possível perceber aspectos compartilhados pelos sujeitos,apontando para as principais representações sociais presentes no grupo em questão. Dentre outras constatações, concluiu-se que,apesar do preconceito e discriminação, os garis demonstram, emseu discurso, representações fortemente positivas relacionadas aotrabalho.

Palavras-chave: Representação social. Trabalho. Garis. Análisedo discurso.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.