A FOTOGRAFIA COMO SUPORTE PARA A CRIAÇÃO DE IMAGENS FICCIONAIS DOS PERSONAGENS REPRESENTADOS POR COSPLAYERS

Rogério de Souza Silva

Resumo


A intenção deste artigo é mostrar como a fotografia, que nasceu com a função de registrar a realidade, se tornou, na era digital, uma maneira verossímil e hiperrealista de representação de universos ficcionais. Para comprovar esta afirmativa, selecionamos cosplayers de Belo Horizonte para produções fotográficas, considerando as características e o universo em que os personagens representados estão inseridos. Estas produções se apoiam em teóricos como Philippe Dubois, Rolland Barthes e Boris Kossoy e nos conceitos de fotografia como transformação do real, o signo indicial fotográfico e a possibilidade de criação de uma segunda realidade fotográfica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.