Proposta de ensino com o gênero reportagem no Ensino Médio na perspectiva dos projetos de letramento

Autores

  • Suzanne Silva Rodrigues de Morais Centro Federação de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET/MG
  • Juliana de Vasconcelos Centro Federal de Educação Tecnológica - CEFET/MG

Resumo

O presente artigo tem como finalidade apresentar uma proposta de ensino baseada na perspectiva dos projetos de letramento (KLEIMAN, 2013) para o ensino médio, a fim de possibilitar o trabalho com o texto multimodal em sala de aula. Baseado nos estudos sobre multimodalidade de Kress (2003) e Dionísio (2014), propõe-se discutir o caráter multimodal dos gêneros textuais, bem como a necessidade de mudanças nas práticas pedagógicas, discutidas por Rojo (2012) e Kalantzis e Cope (2012), para, então, apresentar uma proposta de ensino para a leitura e produção do gênero reportagem na perspectiva dos projetos de letramento. A presença das tecnologias digitais nas práticas sociais traz mudanças significativas nas práticas de linguagem, pois possibilita a utilização de múltiplas semioses na produção dos gêneros textuais. Acredita-se que os projetos de letramento propostos por Kleiman (2013) permitem o trabalho com os gêneros textuais em sala de aula e conseguem abarcar a multimodalidade presente nos textos.

Biografia do Autor

Suzanne Silva Rodrigues de Morais, Centro Federação de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET/MG

Doutoranda em Estudos de Linguagem pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Mestre em Estudos de Linguagens pelo CEFET/MG. 

Juliana de Vasconcelos, Centro Federal de Educação Tecnológica - CEFET/MG

Aluna Especial do Doutorado em Estudos de Linguagem pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Mestre em Estudos de Linguagens pelo CEFET/MG.

Publicado

11/08/2020

Como Citar

de Morais, S. S. R., & Vasconcelos, J. de. (2020). Proposta de ensino com o gênero reportagem no Ensino Médio na perspectiva dos projetos de letramento. Ciências Gerenciais Em Foco, 11(9), 40–59. Recuperado de https://revista.uemg.br/index.php/cgf/article/view/4777

Edição

Seção

Artigos