Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita e não está sendo avaliada por outra revista.

  • Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, Open Office ou RTF (desde que não ultrapasse 2MB).

  • Todos os links e endereços de páginas da internet incluídos no texto estão ativos e prontos para clicar.

  • O texto tem espaçamento 1,5; fonte Times New Roman, tamanho 12; emprega itálico ao invés de sublinhar (exceto em endereços URL); figuras e tabelas inseridas no texto, e não ao final; no máximo 15 páginas.

  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos especificados nas "Diretrizes para Autores" (abaixo).

  • A identificação de autoria deste trabalho foi removida do arquivo e da opção "Propriedades" do Word, garantindo-se, desta forma, o critério de sigilo da revista, com submissão para avaliação por pares.

Diretrizes para Autores

Normas para Publicação

 

Apresentação

A revista “Mal-Estar e Sociedade” é uma publicação multidisciplinar mantida pelo Núcleo de Pesquisa “Educação: subjetividade e sociedade” da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Campus Barbacena, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), Campus São João del-Rei, com periodicidade semestral.

A revista objetiva publicar artigos, ensaios, resenhas, resumos de dissertações e teses, conferências e debates nas áreas sociais e de humanidades, em todos os seus segmentos. Sua linha editorial tem em foco temáticas relacionadas à questão educacional, tendo como pilares o discurso e o conflito. O discurso na condição de construção de subjetividades e o conflito como elemento inerente às relações sociais.

Serão publicados trabalhos com conteúdos originais, que expressem avanços no conhecimento científico, notadamente aquele que revela a busca pela convergência entre o conhecimento teórico e a prática.

 

Versão Impressa: ISSN 2238-2801

Versão Eletrônica: ISSN 1983-6651

 

Classificação Qualis (Quadriênio 2013-2016)

Educação - C

História - C

Linguística e Literatura - B3

 

Critérios para seleção e aprovação dos trabalhos

Para serem submetidos à apreciação do conselho editorial da revista “Mal-Estar e Sociedade”, os trabalhos não poderão ter sido publicados anteriormente. É imprescindível demonstrarem consistência teórica, coerência em relação às fundamentações nas quais se norteiam e apresentarem, se possível, alguma originalidade.

Salientamos que os trabalhos devem contribuir para o estudo e para a praxis dos profissionais que atuam no campo das ciências sociais e humanas e sua interface com a temática do discurso e da sociedade.

Os textos assinados são de inteira responsabilidade dos autores e não haverá alteração de seu conteúdo sem prévia autorização. A apresentação bibliográfica exigida segue as orientações estabelecidas pela norma NBR-6023 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

 

Descrição dos procedimentos de tramitação do trabalho

Ao serem recebidos, os trabalhos passam por uma conferência preliminar, feita com base no que exigem as “Normas para Publicação” (o não cumprimento das orientações implicará a interrupção do processo de avaliação do trabalho). A seguir, os textos são remetidos aos conselheiros para emissão de parecer (com a identidade do autor preservada). Uma vez avaliados, os artigos são encaminhados à equipe editorial e todos os autores são notificados sobre a aprovação, reprovação ou necessidade de reformulação do trabalho. Neste caso, fica a critério do autor acatar ou rejeitar as orientações.

 

Diretrizes para Autores

1. Os artigos devem conter entre dez e quinze laudas, com espaçamento 1,5, incluindo figuras, tabelas e referências; as resenhas devem conter entre duas e cinco laudas. O trabalho deverá ser editado no Microsoft Word, ou compatível, utilizando fonte Times New Roman, tamanho 12. O tamanho da página deve ser A4 e as margens inferior, superior, direita e esquerda deverão ser de 2,5 cm.

2. Os artigos deverão ser submetidos online, necessariamente por meio do portal da revista.

3. Os autores se obrigam a declarar a cessão dos direitos autorais. Devem declarar, ainda, que o manuscrito trata-se de um trabalho original e que não se encontra submetido, em parte ou no seu todo, à análise para publicação em outra revista. Um modelo de declaração está disponível abaixo e deve ser anexado, preenchido e assinado, no portal da revista.

4. Os dados, ideias, opiniões e conceitos constantes dos artigos, bem como a exatidão das referências, são de inteira responsabilidade dos autores. A eventual citação de produtos e marcas comerciais não significa recomendação de seu uso por parte do conselho editorial da revista.

5. Os relatos deverão basear-se nas técnicas mais avançadas e apropriadas à pesquisa. Quando for o caso, os autores deverão atestar que a pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Biossegurança, ou equivalente, da instituição.

6. Os artigos deverão ser submetidos em Português, Inglês, Francês ou Espanhol. É responsabilidade dos autores providenciar uma versão de qualidade para submissão.

7. Os artigos serão avaliados por, pelo menos, dois consultores da área de conhecimento do trabalho, vinculados a instituições de ensino e/ou pesquisa nacionais ou estrangeiras, de comprovada produção científica. Após as possíveis sugestões e devidas correções, caso haja pareceres divergentes quanto à aprovação/reprovação, a equipe editorial encaminhará o texto para um terceiro consultor. Havendo dois pareceres favoráveis, o artigo será aprovado.

8. Os artigos aprovados passarão por revisão realizada pela equipe de revisores da revista.

9. O conflito de interesses pode ser de natureza pessoal, comercial, política, acadêmica ou financeira. Conflitos de interesses podem ocorrer quando autores, revisores ou editores detêm interesses que podem influenciar na elaboração ou na avaliação de manuscritos. Ao submeter o manuscrito, os autores são responsáveis por reconhecer e revelar eventuais conflitos financeiros ou de outra natureza que possam ter influenciado o trabalho. Os autores devem identificar no manuscrito todo o apoio financeiro obtido para a execução do trabalho e outras conexões pessoais relacionadas ao desenvolvimento do mesmo. O revisor deve informar aos editores quaisquer conflitos de interesse que poderiam influenciar a análise do manuscrito, obrigando-se, neste caso, a declarar-se não qualificado para revisá-lo.

10. Abaixo encontram-se listados detalhes sobre a formatação e outras convenções a serem seguidas:

- No processo de submissão deverão ser inseridos, obrigatoriamente, os nomes completos de todos os autores (no máximo seis), seus endereços institucionais e o e-mail do autor indicado para correspondência.

- Os artigos deverão ser organizados na seguinte ordem:

Elementos pré-textuais

Título

Resumo

Palavras-chave (até 6)

Elementos textuais

Introdução

Desenvolvimento

Conclusão

Elementos pós-textuais

Título em inglês

Abstract

Key-words

- O resumo, com no máximo 200 palavras, deverá conter informações sucintas sobre o objetivo da pesquisa, os materiais experimentais, os métodos empregados, os resultados e a conclusão. Até seis palavras-chave deverão ser acrescentadas ao final, tanto do resumo como do abstract.

- O arquivo contendo o trabalho deverá ser anexado (transferido) durante o processo de submissão. Não poderá ultrapassar o tamanho de 2 MB, bem como, não poderá conter qualquer tipo de identificação de autoria, inclusive na funcionalidade “Propriedades do Documento” do Microsoft Word.

- Tabelas, figuras e gráficos deverão ser inseridos no corpo do texto, logo após citados.

- As figuras e tabelas deverão ter preferencialmente 7,65 cm de largura, não devendo ultrapassar 16 cm.

- As figuras digitalizadas deverão ter 300 dpi de resolução, salvas, preferencialmente, no formato jpg. Ilustrações em cores não serão aceitas para publicação.

 

Referências Bibliográficas

Deverão ser listadas em ordem alfabética, conforme orientações estabelecidas pela norma NBR-6023 da ABNT e exemplos abaixo. Referências listadas em desacordo com as normas aqui explicitadas poderão impedir o andamento do processo de avaliação do artigo.

 

Para obras citadas em sua integralidade

BOURDIEU, P. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

ECO, U. Interpretação e superinterpretação. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

MILLOT, C. Freud Antipedagogo. Tradução de Ari Roitman. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

 

Para bibliografias citadas parcialmente (capítulo de livro)

TOPALOV, C. Da questão social aos problemas urbanos: os reformadores e a população das metrópoles em princípio do século XX. In: RIBEIRO, L. C. de Queiroz; PECHMAN, R. (orgs.). Cidade, povo e nação: gênese do urbanismo moderno. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1996. pp. 23-51.

 

Para obras cuja autoria é uma entidade e não uma pessoa

SÃO JOÃO DEL REI. Código de Posturas e Regimento Interno da Câmara Municipal de São João d´El Rei. Ouro Preto: Typographia da "Província de Minas", 1887.


Para dissertações e teses

GRAÇA FILHO, A. de Alencastro. A Princesa do Oeste: elite mercantil e economia de subsistência em São João del-Rei (1831-1888). 1998. 252f. Tese (Doutorado em História) - Instituto de Filosofia e Ciências Sociais/Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. 1998.

LIMA, V. Herança e Homenagem em Virginia Woolf. 2002. 238f. Tese (Doutorado em Ciência da Literatura) - Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Disponível em: www.virginiawoolf.pro.br/cap2_fortuna_critica.html. Acesso em jul. 2005.

 

Para artigos publicados em periódicos

FEITOSA, A. P. A crítica teatral e seus impasses. In: Congresso Brasileiro de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas, 2, 2001, Salvador. Anais... pp. 1093-1099.

O PERCEVEJO. Revista de teatro, crítica e estética. Rio de Janeiro, 9, 2000.

ROCHA JÚNIOR, A. F. da; MONTEIRO, J. P. Salgado Araújo. A Capital Federal, de Artur Azevedo: reflexões sobre um clássico. Vertentes, São João del-Rei, 24, jun.-dez. 2004, pp. 84-95.

 

Normas para publicação de resenhas

As resenhas deverão conter entre duas e cinco páginas, com a seguinte estrutura:

1. A referência bibliográfica do material resenhado deverá ser apresentada antes do texto da resenha. O arquivo com a resenha não deve conter qualquer tipo de identificação de autoria.

2. O corpo do texto deverá ter início três linhas abaixo da referência bibliográfica do material resenhado.

3. Os demais textos citados na resenha deverão ser referenciados ao final da mesma, atendidos os padrões estabelecidos pela norma NBR-6023 da ABNT.

4. Os materiais resenhados deverão ter sido publicados há, no máximo, três anos.

Editorial

Expediente

Artigos

Política padrão de seção

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.