Saberes ambientais nos livros indígenas: uma proposta de educação ambiental a partir das árvores

Autores

  • Rafael Otávio Fares Ferreira Universidade do Estado de Minas Gerais, João Monlevade, MG
  • Alicy Madeira de Souza Universidade do Estado de Minas Gerais, João Monlevade, MG

DOI:

https://doi.org/10.35507/25256041/reis.v5i6.4824

Palavras-chave:

Educação ambiental, Saberes indígenas, Árvores

Resumo

Tendo como referência principalmente três livros de autoria indígena: o Livro das Árvores (1997, dos povos Ticuna), Esta é a Terra Que Nós Plantamos (2007, dos povos Kiukuro), e o livro Curar (2008, povos Maxakali), este artigo é o resultado de uma pesquisa inicial que busca, a partir de saberes tradicionais indígenas sobre as árvores e noções trazidas da antropologia, como o perspectivismo ameríndio elaborado por Viveiros de Castro e a noção do Dono, propor dinâmicas para a educação ambiental. A partir de uma pesquisa teórica mas também aplicada, que buscou o diálogo entre o conhecimento desenvolvido pela Engenharia Ambiental e os saberes indígenas, foram propostas, e aqui apresentadas, oficinas que visam promover o conhecimento dos participantes tanto em relação ao que pensam os indígenas sobre as árvores quanto sobre as relações ecológicas que estes elaboram em seus saberes ambientais.

Downloads

Publicado

31/12/2020

Como Citar

Ferreira, R. O. F., & Souza, A. M. de. (2020). Saberes ambientais nos livros indígenas: uma proposta de educação ambiental a partir das árvores. Revista Engenharia De Interesse Social, 5(6), 97–115. https://doi.org/10.35507/25256041/reis.v5i6.4824

Edição

Seção

Dossiê temático