REFLEXÕES SOBRE A CULTURA MATERIAL EM TEMPOS DE ISOLAMENTO SOCIAL

Autores

Resumo

O presente estudo busca pensar as relações com a cultura material em tempos de isolamento social, ou seja, como estar confinados em casa pode nos levar a construir uma disrupção na forma como nos relacionamos com os objetos cotidianos. Partiremos da análise de alguns trechos de filmes para pensar como é possível ter uma relação mais afetiva com a cultura material e como essa possibilidade de afeto pode nos levar a relações mais profundas de empatia, ecceidade e intração com os outros seres, humanos ou não. Rejeitando o antropocentrismo, esta pesquisa se baseia nos conceitos de ontologia plana para pensar como o isolamento social pode ativar novas formas de nos relacionarmos com a materialidade circundante, repensando o paradigma de consumo em que estamos inseridos.

Biografia do Autor

Maira Pereira Gouveia Coelho, Universidade do Estado de Minas Gerais

Mestranda no Programa de Pos Graduação em Design da Universidade do Estado de Minas Gerais.

Referências

BARAD, Karen. Meeting the Universe Halfway: Quantum Physics and the Entanglement of Matter and Meaning. London: Duke University Press, 2007.

BENJAMIN, Walter. Mágia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura, história da cultura. São Paulo: Brasiliense: 1994.

__________, Walter. Estética e Sociologia da Arte. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, 2002.

COMITÊ INVISÍVEL. Motim e Destruição. Rio de Janeiro: N-1 Edições, 2017.

DELEUZE, Gilles. Espinosa: filosofia prática. São Paulo: Escuta, 2002.

FLUSSER, Vilém. O mundo codificado. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

GELL, Alfred. Arte e Agência. São Paulo: Ubu, 2018.

INGOLD, Tim. Trazendo as coisas de volta à vida: Emaranhados criativos num mundo de materiais. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 18, n. 37, p. 25-44, jan./jun. 2012.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

LATOUR, Bruno. Reagregando o social: uma introdução à teoria do Ator-Rede. Salvador: EDUFBA, 2012.

________, Bruno. Um Prometeu cauteloso? Alguns passos rumo a uma filosofia do design. Agitprop n.58 (ano 6), 2009.

MILLER, Daniel. Trecos, troços e coisas: estudos antropológicos sobre a cultura material. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2015.

SARAMAGO, José. Objecto Quase. Rio de Janeiro: Companhia das Letras,1998.

Downloads

Publicado

17/09/2020

Como Citar

Coelho, M. P. G. (2020). REFLEXÕES SOBRE A CULTURA MATERIAL EM TEMPOS DE ISOLAMENTO SOCIAL. REVISTA TRANSVERSO: DIÁLOGOS ENTRE DESIGN, CULTURA E SOCIEDADE, (8). Recuperado de https://revista.uemg.br/index.php/transverso/article/view/4754