Da poética e da política: uma exploração do tropicalismo de Gilberto Gil e o vínculo entre artistas e movimentos sócio-culturais na década de 60.

Paulo Mariano Eulálio Campos, Rogério Cunha de Campos

Resumo


Nosso objetivo é compreender a trajetória de Gilberto Gil, um dos personagens centrais que ajudou a movimentar a história da cultura brasileira durante os últimos 50 anos, investigando as características de sua obra nos anos imediatamente anteriores e posteriores ao lançamento do disco-manifesto Tropicália, de 1968.  Este estudo busca apresentar, ainda, resultados parciais de uma pesquisa mais abrangente que visa uma compreensão mais profunda das relações entre música e processos sócio-educativos que impactam a vida pública e os processos formativos, centrado no tropicalismo e na performance de artistas em movimentos sociais, políticos ou culturais que contruibuíram para o aperfeiçoamento da sociedade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo