O PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO NA ABERTURA DE MICRO EMPRESAS NO MUNICÍPIO DE ABAETÉ/MG: O PAPEL DO CONTABILISTA NO FOMENTO DE INFORMAÇÕES AOS MICROEMPRESÁRIOS, CONTRIBUINDO COM A SOBREVIVÊNCIA DE SEUS NEGÓCIOS.

Camila Fernanda de Oliveira Coelho, Anselmo Sebastião Botelho

Resumo


Este trabalho aborda a questão do planejamento tributário e suas consequências para as microempresas do município de Abaeté/MG. A questão que serviu de aporte ao trabalho foi em relação à geração de informações por parte dos contadores, a fim de contribuir com a sobrevivência das empresas. E teve como objetivos demonstrar a importância do contador para às microempresas, contribuindo com a manutenção das mesmas no mercado, além de conhecer questões sobre o planejamento tributário e os contadores da cidade de Abaeté. Para realizá-lo optou-se pela pesquisa bibliográfica e a pesquisa de campo através da aplicação de questionários semiestruturados junto aos escritórios de contabilidade da cidade de Abaeté-MG, com o objetivo de descobrir de forma quantitativa, como os contadores auxiliam e contribuem com a abertura e sobrevivência das empresas na cidade. Após analisar os questionários constatou-se que os profissionais de contabilidade acreditam na importância do serviço de planejamento tributário, que é preciso investir em capacitação profissional para melhoria da qualidade na prestação de serviços auxiliando no dia-a-dia das empresas e que falta atitude por parte dos contadores em oferecer esse serviço de planejamento aos clientes mesmo sabendo que os empresários não têm bom conhecimento dessa área.

Palavras-chave: Contador; Micro empresas; Planejamento tributário.


Texto completo:

PDF

Referências


CHAVES, Francisco Coutinho. Planejamento Tributário na Prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

FABRETTI, Láudio Camargo. Contabilidade Tributária. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

FABRETTI, Láudio Camargo; FABRETTI, Dilene Ramos. Direito tributário. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

FERRONATO, Airto João. Gestão Contábil-Financeira de Micro e Pequenas e Empresas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2015.

FORTES, José Carlos. Ética e responsabilidade profissional do contabilista. Fortaleza: Fortes, 2002.

IUDÍCIBUS, Sérgio de. Contabilidade gerencial. 6. ed. São Paulo: Atlas, 1998.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Mariana de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MAGGI, Luiz. Planejamento Contábil e Tributário. Belo Horizonte: Fumarc, 2009.

MARINS, James. Elisão Tributária e sua Regulação. São Paulo: Dialética, 2002.

MARION, Jose Carlos. Contabilidade Empresarial. 10. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

OLIVEIRA, Luis Martins de. et al. Manual de Contabilidade Tributária. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

POHLMANN, Coletto Marcelo. Contabilidade tributária. Curitiba: Iesde, 2012.

PORTAL EDEUCAÇÃO. Planejamento tributário: conceito, importância e objetivos. Disponível em:. Acesso em: 29 set. 2015.

RAUPP, Fabiano Maury; BEUREN, Ilse Maria. Metodologia da pesquisa aplicável às ciências sociais. In: BEUREN, Ilse Maria (org.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008. Cap. 3, p. 79-97

RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade básica. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2009.

SEBRAE. Entenda as distinções entre micro empresa, pequena empresa e MEI. A Lei Geral protege os pequenos negócios para seguir a Constituição e promover distribuição de renda e geração de emprego. Veja como acompanhar sua evolução. Disponível em:

. Acesso em: 20 jul. 2015.

SILVA, Antônio Carlos Ribeiro da. Metodologia da pesquisa aplicada à contabilidade: orientações de estudos, projetos, artigos, relatórios, monografias, dissertações, teses. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.