O QUE ESPERAMOS PARA A EDUCAÇÃO DE NOSSOS FILHOS: diálogos com familiares dos meios populares no cotidiano da Educação Infantil

FABIANA NERY DE LIMA PESSANHA

Resumo


O presente trabalho trata de uma pesquisa defendida recentemente no curso de Mestrado em Educação do Programa Processos Formativos e Desigualdades Sociais, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. A pesquisa se empenhou em refletir sobre a relação família e escola e o direito à Educação Infantil, buscando revelar os diversos modos pelos quais os familiares das crianças das camadas populares participam politicamente do cotidiano escolar dos filhos e objetivou investigar como esse coletivo se posiciona como sujeitos de direitos nas políticas cotidianas escolares. Como referencial teórico-metodológico, adota as concepções de Bakhtin (2014), ancoradas em uma reflexão teórico-crítica sobre os conhecimentos construídos em articulação com os familiares das crianças. Como resultados, afirma a participação política dos familiares, construindo sentidos sobre a relação família e escola, possibilitando alargamentos nas concepções e práticas hegemônicas que, na maioria das vezes, buscam invisibilizar os familiares das camadas populares como sujeitos de direitos.

Palavras-chave


Educação Infantil; Família e Escola; Interlocuções.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24934/eef.v22i38.2760

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 FABIANA NERY DE LIMA PESSANHA