“Die schwarze Lehrerin aus Ribeirão Wunderwald”: uma professora construtivista

Maria Aparecida Clemêncio, Vera Lucia Gaspar da Silva

Resumo


O presente artigo tem como objetivo discutir aspectos da história da profissão docente através da trajetória escolar e da carreira profissional da professora Tânia Maria da Silva, afrodescendente de Blumenau (SC). Para a escrita deste texto lança-se mão do recurso narrativa biográfica para dar visibilidade aos episódios narrados e atribuir-lhes significados  analisando-os de modo contextualizado. Considera-se aqui que a memória não pode ser vista somente no campo da subjetividade, já que as experiências estão situadas num contexto histórico-cultural. O professorado foi elemento fundamental no projeto de expansão do ensino, em meados do século XX, articulado ao plano governamental de modernização do país eivado de ideais e de esperanças sociais, econômicas e políticas. Se por um lado há um projeto estatal, que estabelece grandes linhas para formação e para o ingresso, também é necessário reconhecer que cada um viveu a experiência de escolarização e de atuação de modo particular.



Palavras-chave


história da profissão docente, afrodescendência, formação docente, trajetória profissional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24934/eef.v22i38.3057

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Maria Aparecida Clemêncio, Vera Lucia Gaspar da Silva