Os sentidos das cores no cinema:

cromofilia e sincronismo

Autores

  • Eliane Meire Soares Raslan Universidade do Estado de Minas Gerais
  • João Universidade do Estado de Minas Gerais

Palavras-chave:

Cromofilia e cromofobia; Psicologia, cores; Semiótica bakhtiniana; Sentidos e signos.

Resumo

A partir do longa-metragem Divertida Mente buscamos retratar de forma lúdica o funcionamento da mente humana, utilizando a representação de forma humanizada, a partir de cinco emoções básicas: alegria, tristeza, medo, raiva e nojo, sendo essas as características dos personagens principais. Análise semiótica bakhtiniana sobre o filme de animação para explicar de que forma a Psicodinâmica das Cores, a Psicologia das Cores, a cromofobia e a cromofilia estão diretamente ligadas à interpretação de cada personagem presente no filme. Partimos, tanto do sentido do  filme quanto da sincronização, para tratarmos o conteúdo e a forma, sendo que o sentido será relacionado à cromofilia e à cromofobia, para entendermos a aversão e a afeição às cores, enquanto a sincronização estará sendo relacionada à psicologia e psicodinâmica das cores, levando-nos a entender a consciência e a emoção a partir das cores usadas nesses personagens do filme, verificamos influencia direta nas reaçoes do espectador.

Biografia do Autor

João, Universidade do Estado de Minas Gerais

Publicitário pela UEMG. Faz parte do grupo de estudos PROLIM da UEMG.

Referências

REFERÊNCIAS

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1995. BATCHELOR, David: Cromofobia. São Paulo, Senac, 2007.

EDUCAÇÃO UOL. 2005. Biografia: Sergei Eisenstein, cineasta letão-russo. 30.07.2005. Da Página 3 - Pedagogia e Comunicação. Disponível em:

<https://educacao.uol.com.br/biografias/sergei-eisenstein.htm>. Acesso em: 11 abr. 2020.

EISENSTEIN, Sergei. O sentido do Filme. Apresentação, notas e revisão técnica: José Carlos. Educação Uol, 2005.

FARINA, Modesto. A psicodinâmica das cores em comunicação. 4 ed. São Paulo: Edigard Blucher, 1986. 223p.

GAGE, John. A cor na arte. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012.

GOETHE, Johann Wolfgang von. Doutrina das cores. 4ª edição. São Paulo: Nova Alexandria, 2013.

GUIMARÃES, Luciano. A cor como informação. 3ª edição. São Paulo: Annablume, 2001. HELLER, Eva. A psicologia das cores. 1ª edição. São Paulo: Gustavo Gili Brasil, 2013.

HÉRCULES, Laura Carvalho. A cor na análise fílmica: um olhar sobre o moderno cinema francês. Revista Comunicación, Nº10, Vol.1, ano 2012.

PEDROSA, Israel. Da cor a cor inexistente. 3. ed. Brasília: Universidade de Brasília, 1982.

FILMOGRAFIA:

Divertida Mente (Inside out). Direção: Pete Docter. Produção: Jonas Rivera. Filme de animação. EUA. Walt Disney Pictures, 2015. 94 min, cor.

IMAGENS:

THE DISNEY WIKI. 2015. Divertida Mente. Fandom. Disponível em:

<https://disney.fandom.com/pt-br/wiki/Divertida_Mente> Acesso em: 11 fev.2021.

Downloads

Publicado

10/08/2021

Como Citar

Meire Soares Raslan, E., & Vitor Fonseca Rabelo, J. . (2021). Os sentidos das cores no cinema: : cromofilia e sincronismo. SCIAS - Arte/Educação, 9(1), 59–75. Recuperado de https://revista.uemg.br/index.php/scias/article/view/5460