Um recorte da Política de Assistência Social em Campos dos Goytacazes/RJ

Autores

Resumo

O estudo realiza um recorte da Política de Assistência Social em Campos dos Goytacazes/RJ, em seu âmbito de proteção social básica, objetivando analisar as condições sociopolíticas de sua efetivação. Por meio da metodologia do estudo de caso foram realizadas observações participantes e entrevistas semiestruturadas que nos permitiram encontrar, na esfera local da Política de Assistência Social, reflexos da precarização enquanto política social pública e presença de coexistência articulada de práticas assistencialistas, clientelistas e presença de instituições que moldam a prática cotidiana de tal política apesar de sua institucionalidade enquanto direito social a partir de 1988.

Biografia do Autor

MARILENE PARENTE GONÇALVES, UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Professora Magistério Superior Substituto da Universidade Federal Fluminense. Doutora em Sociologia Política. Mestre em Política Social. Assistente Social da Secretaria Municipal de Saúde de Campos dos Goytacazes/RJ.

Referências

ALAYÓN, Norberto. Assistência e assistencialismo: controle dos pobres ou erradicação da pobreza? 2.ed. São Paulo, Cortez, 1995.

ARRETCHE, Marta T. S. Políticas sociais no Brasil: descentralização num estado federativo. São Paulo, UNESP, 1996.

BATTINI, Odária. SUAS: Conquistas sociais e desafios. In.: BATTINI, Odária (org.). SUAS: Sistema Único de Assistência Social em debate. São Paulo, Veras Editora, Curitiba, PR: CIPEC, 2007.

____________; COSTA, Lucia Cortes da. Estado e políticas públicas: contexto sócio-histórico e assistência social. In.: BATTINI, Odária (org.). SUAS: Sistema Único de Assistência Social em debate. São Paulo, Veras Editora, Curitiba, PR: CIPEC, 2007.

BEHRING, Elaine Rossetti; BOSCHETTI, Ivanete. Política social: fundamentos e história. 5. ed. São Paulo, Cortez, 2008.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. MDS. Norma Operacional Básica do Sistema Único de Assistência Social (NOB/SUAS). Brasília, 2012.

BRASIL. MDS. Norma Operacional Básica de Recursos Humanos do Sistema Único de Assistência Social (NOB-RH/Suas). Brasília, 2006.

CASTRO, Flávio José Rodrigues de. CRAS: a melhoria da estrutura física para o aprimoramento dos serviços: orientações para gestores e projetistas municipais. Brasília, DF: MDS, Secretaria Nacional de Assistência Social, 2009.

FLEURY, Sônia. Estado sem cidadãos: seguridade social na América Latina. Rio de Janeiro, Fiocruz, 1994.

FREY, Klaus. Políticas públicas: um debate conceitual e reflexões referentes à prática da análise de políticas públicas no Brasil. Planejamento e Políticas Públicas, n. 21, jun. 2000. Disponível em: http://www.en.ipea.gov.br/ppp/index.php/PPP/article/viewFile/89/158. Acesso em: 05 de abril de 2014.

JÚNIOR, Orlando Alves dos Santos; RIBEIRO, Luíz César de Queiroz; AZEVEDO, Sérgio de. Governança democrática e poder local: a experiência dos conselhos municipais no Brasil. Rio de Janeiro, Editora Revan, 2004.

LAVINAS, Lena. Na contramão dos Direitos Universais. Notas para reflexão. Plataforma Social. Cadernos Temáticos 1. Política Social e Desenvolvimento: o Brasil entre dois projetos. Campinas: Instituto de Economia da Unicamp, 18 de maio 2014. Disponível em: HTTP://plataformapoliticasocial.com.br/na-contramao-dos-direitos-universais-notas-para-reflexao/. Acesso em: 30 março de 2016.

LIMA, L. D.; MACHADO, C. V.; GERASSI, C. D. O neo-institucionalismo e a análise de políticas de saúde: contribuições para uma reflexão crítica. In. MATTOS, R. A.; BAPTISTA, T. W. F. Caminhos para análise das políticas de saúde, 2011. p. 111-137. Online: disponível em www.ims.uerj.br/ccaps. Acesso em: 20 de abril de 2014.

MARQUES, Eduardo César. Notas críticas à literatura sobre Estado, políticas estatais e atores políticos. BIB, Rio de Janeiro, 43: 67-102, 1997. Disponível em: http://www.cchla.ufrn.br/dpp/ppeur/selecoes/selecao_2010/texto_download/texto_download.pdf. Acesso em: 19 de abril de 2014.

MDS. Guia de Políticas e Programas, 2008.

NORTH, Douglas. Institutions, institutional change and economic performance. Cambridge University Press, Cambridge, 1990. (Tradução livre de Rafael Damasceno, doutorando em Sociologia Política pela UENF. Contato: rafaelpcd@gmail.com).mimeo.

NUNES, Edson. A gramática política do Brasil: clientelismo e insulamento burocrático. Rio de Janeiro, 1997.

____________. Poder local, descentralização e democratização: um encontro difícil. São Paulo, Em Perspectiva, 10(3), p.32-39, 1996.

SILVEIRA, Jucimeri Isolda. Sistema Único de Assistência Social:

institucionalidade e práticas. In: BATTINI, Odária (org.). SUAS: Sistema Único de Assistência Social em debate. São Paulo, Veras Editora, Curitiba, PR: CIPEC, 2007.

YAZBEK, Maria Carmelita. O desafio da defesa das políticas sociais para o Serviço Social. Argumentum (Vitória), v.8, p. 6-13, 2016.

Publicado

15/02/2021

Como Citar

GONÇALVES, M. P. (2021). Um recorte da Política de Assistência Social em Campos dos Goytacazes/RJ. Serviço Social Em Debate, 2(2). Recuperado de https://revista.uemg.br/index.php/serv-soc-debate/article/view/3916

Edição

Seção

Artigos