v. 18, n. 26 (2015)

Educação em Foco

DOI: http://dx.doi.org/10.24934/eef.v18i26


Capa da revista

ESCOLA ESTADUAL PANDIÁ CALÓGERAS

A Escola Estadual Pandiá Calógeras foi construída na primeira década do século 20, na Rua Tamoios, centro da capital mineira, com o nome do escritor italiano Dante Alighieri (1265-1321), para abrigar filhos de imigrantes italianos, que participaram da construção de Belo Horizonte, inaugurada poucos anos antes, em 1897.

Em 1935, a escola foi transferida para o seu atual local, no bairro Santo Agostinho, e rebatizada com o nome do ditador italiano Benito Mussolini (1883-1945). O nome do líder fascista durou sete anos e foi retirado, em 1942, durante a 2º Guerra Mundial. Assim, a escola passou a se chamar Pandiá Calógeras (1870-1934), ministro da Guerra no governo Epitácio Pessoa, entre 1919 e 1922, nome que conserva até hoje.