Edições anteriores

  • SCIAS-ARTE/EDUCAÇÃO
    v. 8 n. 2 (2020)

    A Revista SCIAS – Arte/Educação do COED/FaE/CBH/UEMG se destina a consolidar, ampliar e divulgar aspectos do campo epistemológico sobre Arte, Arte/Educação e ensino de arte. Ampliar, portanto, o conhecimento, o saber (Scias em esperanto), a oportunidade de transformação da experiência estética por uma de suas vias possíveis: a mediação, o diálogo, a interlocução.

    A revista recebe, periodicamente, artigos de pesquisadores e se destina aos que se interessam também pelas relações educacionais, políticas, econômicas e sociais que tais discussões e construções possam suscitar. 

  • SCIAS. Arte/Educação
    v. 7 n. 1 (2020)

    SCIAS. Arte/Educação, Belo Horizonte, v. 7, n. 1, jan./jun. 2020
  • SCIAS Arte/Educação
    v. 6 n. 2 (2019)

    SCIAS. Arte/Educação, Belo Horizonte, v. 6, n. 2, jul./dez. 2019
  • SCIAS. Arte/Educação
    v. 5 n. 1 (2019)

    SCIAS. Arte/Educação, Belo Horizonte, v. 5, n. 1, jan./jun. 2019

  • n. 4

    A Arte discute importantes conflitos sobre nós mesmos. Amiúde, e talvez, principalmente, quando tais pensamentos não nos são desvelados de forma explícita ou, necessariamente, narrativa. São esses conflitos, carregados vertiginosamente de humanidade, que nos move a investigá-la. Ultrapassando as possibilidades da intencionalidade nos dispusemos a infringir limites e forjar metodologias de ensino, pesquisas de temas, objetos (obras), movimentos, artistas.

    A Arte discute importantes conflitos sobre nós mesmos. Amiúde, e talvez, principalmente, quando tais pensamentos não nos são desvelados de forma explícita ou, necessariamente, narrativa. São esses conflitos, carregados vertiginosamente de humanidade, que nos move a investigá-la. Ultrapassando as possibilidades da intencionalidade nos dispusemos a infringir limites e forjar metodologias de ensino, pesquisas de temas, objetos (obras), movimentos, artistas.

    Revista SCIAS Arte/Educação do COED/FaE/CBH/UEMG se destina a consolidar, ampliar e divulgar aspectos do campo epistemológico sobre Arte, Arte/Educação e ensino de arte. Ampliar, portanto, o conhecimento, o saber (Scias em esperanto), a oportunidade de transformação da experiência estética por uma de suas vias possíveis: a mediação, o diálogo, a interlocução.

    Os espaços educacionais, sejam eles tantos quanto nossas condições permitirem, são pontos de confluência para fomentos culturais: falar sobre Arte é conhecer e conhecer-se. Sempre.

    Apresentamos a sua 4ª Edição.