Os piratas da imagem - A popularização do videocassete no Brasil e as preocupações com a pirataria em vídeo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36704/sciaseducomtec.v2i1.4463

Palavras-chave:

História, pirataria, videocassete, imprensa brasileira

Resumo

Este artigo tem a função destacar algumas das preocupações e inquietações causadas pela chegada da tecnologia de reprodução caseira de filmes disponibilizada pelos vídeos e fitas de vídeo cassetes no Brasil, com foco na viabilidade de produção de cópias ilegais de obras cinematográficas – a pirataria em vídeo. A popularização de tal tecnologia preocupava a indústria, que temia perder em vendas de vídeos, e até mesmo um esvaziamento dos cinemas. Nos baseamos, como referencial teórico, em escritos de estudiosos já consolidados como Peter Burke, Marcos Napolitano, Walter Benjamin, Fernando Novais, Renato Ortiz, entre outros. Como fontes primárias nos utilizaremos de edições diversas da revista SOMTRÊS, a primeira revista especializada em equipamentos de som e música produzida no Brasil.

Biografia do Autor

Enio Everton Vieira, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Enio Everton Vieira é mestre em “Educação, Arte e História da Cultura” pelo programa interdisciplinar da Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo.

 

Atua como professor de História em colégios internacionais de São Paulo, desenvolvendo projetos e atividades interdisciplinares.

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BENJAMIN, Walter. La obra de arte en la época de su reproductibilidad técnica. Editorial Itaca. México, D. F., 2003.

HEYLIN, Clinton. Bootleg: the secret history of the other recording industry. New York: St. Martin’s Press, 1994.

LADEIRA, Alexandre Gouvêa. O bom gosto pelas margens: motivações sociais no consumo de produtos piratas. Tese de Doutorado. Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais: Belo Horizonte: 2013.

MELLO, João Manuel Cardoso de, e NOVAIS, Fernando A. Capitalismo Tardio e Sociabilidade Moderna. In: História da Vida Privada no Brasil (vol. 4): contrastes da intimidade contemporânea. SCHWARCZ, Lilia Moritz (Org.). São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

NAPOLITANO, Marcos. 1964: História do Regime Militar Brasileiro. São Paulo: Contexto, 2014.

ORTIZ, Renato. A moderna tradição brasileira. São Paulo: Brasiliense, 2001.

ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 2003.

RIDENTI, Marcelo. Cultura e política:os anos 1960-1970 e sua herança. In: O Brasil Republicano, vol. 4. O tempo da ditadura: regime militar e movimentos sociais em fins do século XX. Jorge Ferreira e Lucilia de Almeida Neves (Orgs). Rio de Janeiro: Civilização Brasil, 2013.

SANTOS, Christiano Rangel dos. Pirataria musical: entre o ilícito e o alternativo. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Uberlândia: Uberlândia , 2010.

SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. Crise da ditadura militar e processo de abertura política no Brasil, 1974-1985. In: O Brasil Republicano, vol. 4. O tempo da ditadura: regime militar e movimentos sociais em fins do século XX. Jorge Ferreira e Lucilia de Almeida Neves (Orgs). Rio de Janeiro: Civilização Brasil, 2013.

Downloads

Publicado

30/07/2020

Como Citar

Vieira, E. E. (2020). Os piratas da imagem - A popularização do videocassete no Brasil e as preocupações com a pirataria em vídeo. SCIAS - Educação, Comunicação E Tecnologia, 2(1), 56–71. https://doi.org/10.36704/sciaseducomtec.v2i1.4463