EDUCAÇÃO PATRIMONIAL E FAZER ARTÍSTICO - relato de experiência sob a perspectiva de uma Alfabetização Patrimonial

Autores

  • Rosane Paula Moreira Secretaria Estadual de Educação SEE/MG Secretaria Municipal de Educação SMED/PBH

Palavras-chave:

Educação Infantil, Educação Patrimonial , Ensino

Resumo

O presente artigo faz uma análise do ensino voltado para a Educação Patrimonial, em uma perspectiva de que cada indivíduo deve refletir, valorizar e preservar o seu patrimônio, aqui entendido como uma conjunção de significantes históricos, artísticos e culturais de uma sociedade. O artigo traz um relato de experiência sobre Educação Patrimonial na Educação Infantil, prática que buscou gerar nas crianças a percepção de que são protagonistas de sua história e produtoras de patrimônio. Essa atividade foi proposta sob o prisma da “Alfabetização Patrimonial”, em que o termo “alfabetização” não se limita à cultura letrada, mas como uma abordagem de iniciação na compreensão das relações artístico, histórico, culturais em toda sua complexidade. Tal cenário deve ser lido, interpretado e ressignificado, em uma retroalimentação constante de um processo de apropriação do fazer artístico e cultural que resulta em história.

Biografia do Autor

Rosane Paula Moreira, Secretaria Estadual de Educação SEE/MG Secretaria Municipal de Educação SMED/PBH

Possui pós graduação Lato sensu em Tecnologias Digitais e Educação 3.0 pela UFMG e graduação em Pedagogia pela UEMG. Atua como Especialista de Educação Básica da SEE/MG trabalhando na modalidade Ensino Médio Regular e EJA e como Professora de Educaçao Infantil pela Rede Municipal de Belo Horizonte. Atuou como Coordenadora do Curso de Formação de Professores em Nível Médio para a Educação Infantil da SEE/MG.

Referências

BRASIL. Presidência da República. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em:

< http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf>. Acesso em: 08 set. 2020.

BRASIL. Presidência da República. Constituição da República Federativa do Brasil. 1988. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 08 set. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. 2017. Disponível em:

<http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf>. Acesso em: 08 set. 2020.

HORTA, M. DE L. P.; GRUNBERG, E; MONTEIRO, A. Q. Guia Básico de Educação Patrimonial. Brasília: IPHAN, 1999.

HORTA, M. DE L. P.; GRUNBERG, E; MONTEIRO, A. Q. Guia Básico de Educação Patrimonial. Brasília: IPHAN, 2002. Disponível em: <http://portal.iphan.gov.br/uploads/temp/guia_educacao_patrimonial.pdf.pdf>. Acesso em: 10 set. 2020.

MAIA, D. Autorretrato: a pintura como expressão da alma. In: II COLÓQUIO DE ARTE DO LAB PSICOLOGIA DA ARTE. USP. – São Paulo – SP. 2007. Disponível em: <http://www.denisemaia.com.br/arqs/congressos/TrabalhoparaMesaRedonda2ColoquioDeArtedoLabPsicologiadaArteUSP2007.pdf > Acesso em: 14 set. 2020.

MALTÊZ, C. R.; SOBRINHO, C. P. C.; BITTENCOURT, D. L. A.; MIRANDA, K. dos R.; MARTINS, L. N.; Educação e Patrimônio: O papel da Escola na preservação e valorização do Patrimônio Cultural. Pedagogia em ação, v.2, n.2, p. 1-117, nov. 2010 – Semestral. Disponível em: <http://www4.pucminas.br/graduacao/cursos/arquivos/ARE_ARQ_REVIS_ELETR20121204110023.pdf > Acesso em: 10 set. 2020.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução CNE/CEB nº 5. De 17 de dezembro de 2009. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb005_09.pdf>. Acesso em: 08 set. 2020.

MORAES, A. P. Educação Patrimonial nas escolas: aprendendo a resgatar o patrimônio cultural. Disponível em: <http://www.cereja.org.br/arquivos_upload/ allana_p_moraes_educ_patrimonial.pdf> Acesso em: 10 set. 2020.

MUSEU INIMÁ DE PAULA. Encarte Informativo. Museus Por dentro, Por Dentro dos Museus. Belo Horizonte, MG, 2019. Sem página.

ORIÁ, R. Memória e Ensino de História. In: BITTENCOURT, C. (Org.). O Saber Histórico na Sala de Aula. 5. ed. São Paulo: Contexto. 2001.

PINHEIRO, M. J.; CARVALHO, R. P. V.; SANTOS, E. R. C.; VANZUITA, S. As expressões artísticas no fazer pedagógico com as crianças: Releituras de obras de artes na educação infantil. In: II SEMINÁRIO INSTITUCIONAL. PRÁTICAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NA REGIÃO SUL. Unisinos. São Leopoldo/RS. Dez. 2017. Disponível em: <http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/7762>. Acesso em: 09 set. 2020.

PORTUGAL, Gabriela. Desenvolvimento e aprendizagem na infância. In: CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (org.). Relatório do estudo – A educação das crianças dos 0 aos 12 anos. Lisboa: Ministério da Educação, 2009.

TAVARES, M.T.G. Os pequenos e a cidade: O papel da escola na construção de uma alfabetização cidadã. 2003. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual do Rio de Janeiro, 2003. Disponível em: <https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/tamoios/article/view/652/687>. Acesso em: 10 set. 2020.

Downloads

Publicado

31/12/2020

Como Citar

Moreira, R. P. (2020). EDUCAÇÃO PATRIMONIAL E FAZER ARTÍSTICO - relato de experiência sob a perspectiva de uma Alfabetização Patrimonial. SCIAS - Arte/Educação, 8(2), 98–115. Recuperado de https://revista.uemg.br/index.php/scias/article/view/5209