EXPERIÊNCIAS ARTÍSTICO-CIENTÍFICAS, DIALÓGICAS E TRANSDISCIPLINARES NA PÓS-GRADUAÇÃO

Autores

Palavras-chave:

Artes, Urbanidades , sustentabilidade , Arteciência, Artivismo, Transdisciplinaridade Metodológica.

Resumo

A tentativa de criar um diálogo entre Arte e Ciência na educação é um grande desafio. Somos constituídos de material heterogêneo e estamos acostumados a fragmentar separando as Artes e as Ciências em nossas vidas. Somos diferentes, com histórias e bagagens heterogêneas, com formações especialistas e assim vamos categorizando a nossa leitura do mundo. Neste artigo, apresentamos a metodologia utilizada na disciplina Arteciência do curso de mestrado PIPAUS da UFSJ que passa pelas etapas da construção da Faixa de Moebius, uma superfície bidimensional com apenas um lado. A arte que emerge desta metodologia é artivista e tende a abolir as divisórias dicotômicas habituais da nossa realidade. Como resultado, o artigo traz as obras apresentadas pelos alunos em uma mostra de artes e uma discussão sobre as mesmas.

Biografia do Autor

Adilson Roberto Siqueria, UFSJ

É artista-pesquisador, professor associado do curso de Teatro da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), responsável pelas disciplinas de Interpretação, Expressão Corporal e Dança. É professor e coordenador do Programa de Pós-graduação em Artes, Urbanidades e Sustentabilidades e professor do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas. Atualmente é também líder do Grupo Transdisciplinar de Pesquisa em Artes, Culturas e Sustentabilidade. Atua como diretor, coreógrafo e pesquisador cênico dedicando-se simultaneamente à duas pesquisa inter-relacionadas, a saber: a) o estudo das linguagens das artes cênicas contemporâneas, suas relações com a sustentabilidade e a mudança climática; com a performance e o ritual, com destaque para o treinamento e as relações entre a dramaturgia corporal, a pedagogia do movimento e a cena espetacular e; b) estudo das relações entre artes, urbanidades e sustentabilidade visando o desenvolvimento de linguagens pedagógicas, performativas, artístico-estéticas, artivistas, comunitárias e que proponham soluções teórico-práticas no contexto da vida nas cidades e nos espaços urbanos. Tais pesquisas buscam transdisciplinarmente constituir uma nova ?ecopoética? para as artes, especialmente as cênicas, em direção ao desenvolvimento de uma cultura de sustentabilidade para um futuro sustentável de nosso planeta. Possui graduação em Artes Cênicas (1992), mestrado em Artes Corporais (2000), doutorado em Educação Física/Pedagogia do Movimento (2005), todos obtidos junto à Universidade Estadual de Campinas, Pós-doutorado (2006) junto à Universidade de Música e Artes Cênicas de Viena (Universität für Musik und Darstellende Kunst Wien) onde foi Professor-visitante, assim como na Universidade Mozarteum de Música e Artes Cênicas (Universität Mozarteum für Musik und Darstellende Kunst ) de Salzburgo (2006), ambas na Áustria. Possui também pós-doutorado em performance junto à UNIRIO (2016). 

Ivana de Vasconcellos Latosinski, UFSJ

Possui graduação em Matemática Computacional pela Universidade Federal de Minas Gerais (2002), mestrado em Matemática pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004), doutorado em Matemática pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (2012) e pós doutorado pela Universidade Federal de Minas Gerais (2016). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de São João Del-Rei. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Sistemas Dinâmicos, atuando principalmente nos seguintes temas: termostatos gaussianos e dinâmica conformalmente simplética. 

Flávio Luiz Schiavoni, Universidade Federal de São João del-Rei

Professor Adjunto da Universidade Federal de São João del-Rei no Departamento de Computação atua como docente efetivo no Programa de Pós Graduação em Ciência da Computação (PPGCC) e no Programa Interdepartamental de Pós-Graduação Interdisciplinar em Artes, Urbanidades e Sustentabilidade (PIPAUS) desta mesma instituição onde coordena o ALICE (Arts Lab in Interface, Computers, and Else) e o Grupo de Arte Colaborativa Orchidea (Orchestra of Ideas).
Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Maringá (1999), especialização em Desenvolvimento para WEB pela Universidade Estadual de Maringá (2004), mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Maringá na Área de Engenharia de Software e Ambientes Distribuídos de Desenvolvimento de Software (2007) e doutorado em Ciências da Computação pelo Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo na Área de Computação Musical (2013).
Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Computação Musical, Arte Digital, Software Livre e Música ubíqua atuando principalmente nos temas: Música em rede, Web Art, Ambiente Musical em rede, Ambientes de programação musical, Performance musical em rede e Comunicação musical síncrona. É pai do Teodoro (03/09/2016) e do Joaquim (24/01/2020). 

Referências

ARRUZA, Cinzia; BHATACHARAVA, Thinti; FRASER, Nancy. Feminismo para os 99%: Um manifesto. São Paulo: Boitempo, 2017.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

________. Para uma filosofia do ato responsável. São Carlos: Pedro & João, 2010.

BOFF, Leonardo. Sustentabilidade: o que é: o que não é. 4a ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

BROCCHI, Davide. The cultural dimension of sustainability. in BERGMANN, Sigurd; GERTEN, Dieter ( eds): Religion and Dangerous Environmental Change: Transdisciplinary Perspectives on the Ethics of Climate and Sustainability. Berlin: Lit, 2010, pp. 26-58.

Clüver, C. (1997). Estudos interartes: conceitos, termos, objetivos. Literatura E Sociedade, 2(2), 37-55. Disponível em http://www.revistas.usp.br/ls/article/view/13267. Acesso em 11/05/2020

D’AMBROSIO, Ubiratan. A transdisciplinaridade como uma resposta à sustentabilidade. In: Revista Terceiro Incluído. NUPEAT, Goiania. , 1(1), pp. 1-13, 2013. Disponível em https://www.revistas.ufg.br/teri/article/view/14393 acesso em 12/05/2020

FÉRAL, Josette. Por uma poética da performatividade: o teatro performativo. Revista do PPG em Artes Cênicas da USP - Sala Preta, v. 8, p. 197-210. 2008.

FEYERABEND, Paul. Contra o Método. 3ªed . Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.

FOWKES, Maja and Reuben. The Principles of Sustainability. In: Praesen: Contemporary Central European Art Review. v.1, 2006/

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 24a ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

GASPARETO, Debora Aita. Introdução in Arte-ciência-tecnologia: o sistema da arte em perspectiva. Santa Maria,RS: Editora Lab Piloto, 2014.

HIGGINS, Dick; DREYFUS, Charles; DONGUY, Jacques. Dick Higgins, 1938-1998: intermédia. Inter éditeur, 1999.

JIMENEZ, Marc. O que é estética? Trad. Fulvia M. L. Moreto. São Leopoldo/RS: UNISINOS, 1999.p. 103 apud PEDROSO JUNIOR, Neurivaldo Campos. Estudos interartes: uma introdução in: Raído, Dourados, MS, v. 3, n. 5, p. 103-111, jan./jun. 2009. Disponível em http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/Raido/article/download/161/224. Acesso em 14/03/2020

KAGAN; Sacha and KIRCHBERG; Volker. Sustainability as a new frontier for the arts and cultures. Frankfurt am Main: Verlag für Akademische Schriften, 2008.

LEFÈVBRE, Henri. O Direito à Cidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

MESQUITA, André Luiz. Insurgências Poéticas: arte ativista e ação coletiva.

Dissertação (Área de Apresentação: História da Cultura) - USP, São Paul

NICOLESCU, Basarab, O Manifesto da Transdisciplinaridade. Triom : São Paulo, 1999.

SCHECHNER, Richard. O que é Performance? In:______. Performance studies: an introduction, second edition. New York e London: Routledge, 2006. P. 28-51.

SEGHEZZO, Lucas. The five dimensions of sustainability. In: Environmental politics, v. 18, n. 4, p. 539-556, 2009.

SOURIAU, Étienne. A correspondência das artes: elementos de estética comparada. Trad. Maria Cecília Queiroz de Moraes Pinto e Maria Helena Ribeiro da Cunha. São Paulo: Cultrix/Edusp, 1983 apud PEDROSO JUNIOR, Neurivaldo Campos. Estudos interartes: uma introdução in Raído, Dourados, MS, v. 3, n. 5, p. 103-111, jan./jun. 2009. Disponível em http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/Raido/article/download/161/224. Acesso em 14/03/2020

TELES, Gilberto Mendonça. Vanguarda européia e modernismo brasileiro: apresentação e crítica dos principais manifestos vanguardistas. 3ª ed. Petrópolis: Vozes; Brasília: INL, 1976.

Downloads

Publicado

31/12/2020

Como Citar

Siqueria, A. R., Latosinski, I. de V., & Schiavoni, F. L. (2020). EXPERIÊNCIAS ARTÍSTICO-CIENTÍFICAS, DIALÓGICAS E TRANSDISCIPLINARES NA PÓS-GRADUAÇÃO. SCIAS - Arte/Educação, 8(2), 5–23. Recuperado de https://revista.uemg.br/index.php/scias/article/view/5211