ENSAIO: Traumas afortalezados pela pandemia da Covid-19: As Experiências Adversas na Infância e a relação criança-trauma

Autores

  • Otavio Henrique Ferreira da Silva UFMG
  • Weslley Barbosa de Morais UFMG / Unicesumar

Resumo

Em diálogo com o atual contexto enfrentado pela sociedade mundial frente a pandemia do coronavírus, o presente ensaio teórico tem como objetivo apontar as situações traumáticas vivenciadas na infância como problemas emergentes a serem tratados pela saúde pública. A partir das reflexões efetuadas por pesquisadores das áreas infância, trauma e experiências adversas na infância, sugere-se que com a pandemia da Covid-19 iniciada no ano de 2020, surge o conceito “criança-trauma”, pois há uma forte tendência a Experiências Adversas na Infância (EAIs), como abuso emocional, abuso físico, abuso sexual, exposição à violência doméstica, abuso de substâncias no ambiente familiar, divórcio ou separação parental, prisão de um membro da família, exposição à doença mental ou suicídio, negligência física e negligência emocional, que possivelmente gerarão problemas na vida adulta das crianças que vivem este contexto de pandemia, sendo de suma importância que o poder público atue com políticas públicas que  tenham ação preventiva frente aos possíveis traumas deste momento.

Biografia do Autor

Otavio Henrique Ferreira da Silva, UFMG

Doutorando em Educação na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais - FAE/UFMG. Mestre em Educação e Docência - FAE/UFMG (2016). Licenciado em Pedagogia pela Universidade de Uberaba (UNIUBE), licenciado em Matemática pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET/MG) e bacharel em Administração pela Faculdade Pitágoras de Betim. Têm experiência nas três etapas da Educação Básica, da Educação Infantil ao Ensino Médio. É Professor de Educação Superior no Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) Unidade Ibirité. Tem como foco de estudo e pesquisa os temas: Educação Infantil, Primeira Infância, Políticas Públicas, Projeto Político Pedagógico,Cidadania, Conselho Escolar, Gestão Democrática, Gestão Escolar, Democracia, Participação Popular, Participação Social, Movimento Social, Movimento Sindical, Educação Matemática, o Pensamento de Paulo Freire e o Pensamento de Hannah Arendt. É autor, coautor e organizador de diversos livros e artigos sobre a área da educação no Brasil. 

Weslley Barbosa de Morais, UFMG / Unicesumar

Graduando em Psicopedagogia pela Universidade Cesumar (UniCesumar). Graduando em Licenciatura em Educação do Campo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Referências

ALMEIDA, Roberto Santoro et al. Pandemia de COVID-19: guia prático para promoção da saúde mental de crianças e adolescentes. Residência Pediátrica. Rio de Janeiro, v.10, n.2, p.1-4, 2020.

ASSEMBLEIA GERAL DAS NAÇÕES UNIDAS. Convenção internacional sobre os direitos das crianças. 1989. Disponível em:<https://www.unicef.org/brazil/convencao-sobre-os-direitos-da-crianca>. Acessado em 28 jun. 2020.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Estatuto da criança e do adolescente. 12. ed. Brasília: Edições Câmara, 2015b, p. 38, 267 pp.

CHAMMAS, Jorge et al. Trauma na infância. Ciência, Cuidado e Saúde. Maringá, v. 3, n. 1, p. 73-9, 2004.

FELITTI, V.J et al. Relationship of childhood abuse and household dysfunctions to many of the leading causes of death in adults: the adverse childhood study. American Journal of Preventive Medicine,14, 245-258, 1998.

ORNELL, Felipe et al. Pandemia de medo e COVID-19: impacto na saúde mental e possíveis estratégicas. Revista debates in psychiatry, 2020.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Almedina, 2020, 32pp.

SILVA, Susana Sofia P.; MAIA, Ângela. Versão portuguesa do Family ACE Questionnaire (Questionário da História de Adversidade na Infância). 2008. Disponível em:< https://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/11323>. Acessado em 28 jun. 2020.

ZAVASCHI, M. et al. Associação entre trauma por perda na infância e depressão na vida adulta. Brazilian Journal of Psychiatry, v. 24, n. 4, p. 189-195, 2002.

Downloads

Publicado

01/08/2020

Como Citar

Ferreira da Silva, O. H., & de Morais, W. B. (2020). ENSAIO: Traumas afortalezados pela pandemia da Covid-19: As Experiências Adversas na Infância e a relação criança-trauma. Revista Interdisciplinar Sulear, 1(7). Recuperado de https://revista.uemg.br/index.php/sulear/article/view/5004

Edição

Seção

Artigos