AÇÕES FORMATIVAS NO ESPAÇO SINDICAL: INFLUÊNCIA SOBRE AS RELAÇÕES ESTABELECIDAS NA ESCOLA

Marluce Souza de Andrade

Resumo


Este artigo é um recorte de uma pesquisa mais ampla que tem como objetivo geral compreender as contribuições da prática sindical para a docência, buscando captar, através de observações e questionários junto a professores que participam do Sindicato de Profissionais da Educação do Rio de Janeiro (SEPE) – núcleo Duque de Caxias, as influências do sindicalismo na atuação do professor. A opção teórica é a literatura desenvolvida no campo da educação sobre associativismo/sindicalismo e profissão docente. As observações foram realizadas ao longo do período de julho de 2015 a julho 2017 nos fóruns ordinários e extraordinários nesse núcleo com objetivo de destacar a organização de práticas formativas no espaço sindical. Com uma devolutiva de 213 questionários aplicados no decorrer da data-base de 2016, destacamos nesse trabalho, as respostas referentes à influência da participação sindical no exercício da docência e nas relações estabelecidas na escola. Como achados de pesquisa ressaltamos a formação político-pedagógica e político-sindical desenvolvidas pelos militantes conforme sua participação nas atividades sindicais.  


Palavras-chave


participação sindical; formação docente; ação formativa

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARADO-PRADA, Luiz Eduardo.; FREITAS, Thaís Campos.; FREITAS, Cinara Aline. Formação continuada de professores: alguns conceitos, interesses, necessidades e propostas. In: Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 10, n. 30, p. 367-387, maio/ago. 2010

ALVES, José Claudio. Dos barões ao extermínio: uma história de violência na Baixada Fluminense. RJ: APPH, CLIO, 2003

BOURDIEU, Pierre. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 2004.

BRANDÃO, Zaia. Operando com conceitos: com e para além de Bourdieu. In: Educação e Pesquisa, São Paulo, v.36, n.1, p.227-241, jan/abr. 2010

CANÁRIO, Rui. A escola tem futuro? Das promessas às incertezas. Porto Alegre: Artmed, 2006.

DUBAR, Claude. A Socialização: Construção das Identidades Sociais e Profissionais. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

FERREIRA, Márcia Ondina Vieira. Desconforto e invisibilidade: representações sobre relações de gênero entre sindicalistas docentes. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 47, p. 15-40, jun. 2008.

GATTI, Bernadete Angelina; BARRETO, Elba Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009

GOHN, Maria da Gloria. Movimentos sociais e educação. 8ed. São Paulo: Cortez, 2012

GOHN, Maria da Glória. Teorias dos movimentos sociais: paradigmas clássicos e contemporâneos. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

LAZARONI, Zilda. Mate com Angu: a história de Armanda Álvaro Alberto. São Paulo: Editora Europa, 2010

LELIS, Isabel ; MESQUITA, Silvana ; IORIO, Angela. O exercício do magistério em rede privada de ensino de ensino: formação, carreira e práticas pedagógicas. REVISTA COCAR (ONLINE), v. nº 2, p. 07-30, 2016.

LELIS, Isabel. O trabalho docente na escola de massa: desafios e perspectivas. Sociologias, Porto Alegre, ano 14, n. 29, p. 152-174, jan./abr. 2012,

LELIS, Isabel; XAVIER, Libânia Nacif. O Ofício docente na voz de sua lideranças sindicais. In: O trabalho docente no século XXI: quais perspectivas? Rio de Janeiro: Forma e Ação, 2009.

PEREIRA, Júlio Emílio Diniz. Formação continuada de professores. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade; DUARTE, Adriana Canela.; VIEIRA, Lígia Fraga. DICIONÁRIO: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2010. CDROM

SARTI, Flavia Medeiros. O triângulo da formação docente: seus jogadores e configurações. Sociologias, Porto Alegre, ano 14, n.29, p. 152-174, jan./abr. 2012

SEPE. Estatuto do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro, SEPE RJ: 2008

SIlVA, Marilda. Habitus professoral e habitus estudantil: uma proposição acerca da formação de professores. In: Educação em Revista. Belo Horizonte. v.27, n. 3 p.335-359, Dez 2011

SOUZA, Marlucia Santos de. Escavando o passado da cidade: história política da cidade de Duque de Caxias. Duque de Caxias, RJ: APPH-CLIO, 2014

STUBRIN, F. Participação social. In: OLIVEIRA, D. A.; DUARTE, A. M. C.; VIEIRA, L. M. F. Dicionário: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2010. 1 CD-ROM.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014

VIANNA, Cláudia. A produção acadêmica sobre organização docente: Ação coletiva e relações de Gênero. Educação e Sociedade, ano XXII, nº77, p.100-130, dezembro/2001

VICENTINI, Paula Perin; LUGLI, Rosário Genta. História da profissão docente no Brasil: representações em disputa. São Paulo: Cortez, 2009

XAVIER, Libânia Nacif. Associativismo docente e construção democrática. Rio de Janeiro, EdUERJ, 2013




DOI: http://dx.doi.org/10.24934/eef.v22i38.2913

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Marluce Souza de Andrade